• julieserafim

Roupas para gestante- dica de onde comprar



Assim que você recebe a notícia da #gravidez, parece que você passa a viver em um mundo paralelo, o corpo muda diariamente as roupas já não servem como antes e com toda a certeza gastar muito com um novo guarda-roupa não está nos planos de nenhuma #mamãe. Com o planejamento financeiro elaborado para atender as necessidades do #bebê, as mamães acabam comprando poucas peças e se virando como podem, entre looks para o trabalho e dia a dia.

A primeira coisa que precisamos falar é sobre “crise de estilo“, não precisamos nos tornar outra pessoa por causa da gravidez, manter o seu estilo é essencial, mas a grande questão é como? Conheço a Jack há muitos anos, e logo de cara já rolou uma identificação, assim que ela me contou sobre sua ideia de negócio senti que precisava compartilhar com vocês. Sabemos que não é nada fácil conciliar moda e estilo com tantas mudanças na silhueta, assim vale a pena conferir o depoimento dessa grande amiga (que tem bastante experiência no assunto) e conhecer um pouquinho mais sobre a Manic, o primeiro brechó online totalmente focado em gestantes e lactantes.


Conheça o Manic


Em 2019, a família que até então era composta por Deyvson, Jack e Mima (uma gatinha mal-humorada e manhosa) ganhou um novo membro. Ficamos grávidos do nosso primeiro filho, Nicolas, e entre todas as alegrias, angústias e medos da gestação, vivi um dilema que posteriormente descobri ser vivido pela maioria das grávidas: como me vestir?

Cedo ou tarde as roupas de antes da gestação deixam de servir e aí começa aquela dor no coração e no bolso de ter que comprar roupas novas que, no fim das contas, serão usadas por pouquíssimo tempo e além de tudo costumam ser bem caras.

Cheguei a procurar por brechós e lojas que vendessem roupas usadas de gestante, mas enquanto as de bebês apareciam aos montes nas minhas buscas, nada para as grávidas.

No fim, terminei a gestação tendo comprado quatro peças de roupa que foram usadas exaustivamente.

O Nicolas nasceu e lá estava eu, com minhas quatro peças que mesmo tendo sido muito usadas ainda estavam praticamente novas pelo curto período, e aquela ideia sobre a dificuldade de me vestir bem sem gastar muito na gravidez que não me saía da cabeça.

Os dias foram passando e a aproximação do retorno ao trabalho trouxe uma nova angústia: simplesmente não queríamos ser obrigados a colocar o Nic em uma creche, mas também era inviável para nós vivermos sem um dos salários.

Surgiu então o desejo que nunca havia feito parte dos meus planos, o de empreender.

Estudei, busquei inspirações, pesquisei, fiz o investimento que cabia nas nossas possibilidades e então surgiu a Manic, o primeiro brechó online totalmente focado em gestantes e lactantes.

Buscando oferecer peças de qualidade por um preço acessível, a Manic pode se tornar também (num futuro provavelmente um pouco distante, mas ainda assim muito sonhado) a independência financeira de uma mãe que quer ficar mais tempo ao lado do seu filho e a tranquilidade de um pai que tem acompanhado bem de perto todo esse processo (além de ser o responsável por todas as fotos que podem ser conferidas no Instagram da Manic).


Siga, curta, aproveite e conheça um pouco mais sobre nossa história e nossa família em @manic_oficial no Instagram.

Jack, Deyvson, Nicolas e Mima




 


Gostou? Então não esqueça de deixar o seu like, e de se inscrever (você será avisada por email sempre que houver um novo post).




26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo